Santa Comba Dão vs Emídio Navarro

Concorrência desleal entre Escolas Públicas

 

A Associação de Pais de Santa Comba Dão está profundamente preocupada com as políticas de financiamento dos cursos profissionais e a gestão da rede de escolas públicas, nomeadamente no que diz respeito ao ensino profissional de música.

 

Chegou ao nosso conhecimento que a Escola Secundária Emídio Navarro, de Viseu, está a promover a inscrição irregular de alunos em Cursos Profissionais de “Instrumentista de Sopro e Percussão” e de “Instrumentista de Cordas e Teclas” para o próximo ano letivo – presumivelmente em articulação com o Conservatório Regional de Música de Viseu – sem que os mesmos tenham sido devidamente homologados pelo Ministério da Educação e sem obter o respetivo financiamento a disponibilizar aos alunos através da CIM Viseu Dão Lafões.

 

Ao mesmo tempo, estes mesmos dois cursos foram devida e oportunamente homologados pelo Ministério da Educação e obtiveram o aval da CIM para serem lecionados pela Escola Secundária de Santa Comba Dão em articulação com o Conservatório de Música e Artes do Dão.

 

A concorrência desleal por parte da Escola Secundária Emídio Navarro está a colocar em risco a abertura dos cursos homologados em Santa Comba Dão, uma vez que vários alunos da região ficaram indecisos em qual das Escolas devem concretizar a sua matrícula.

 

A Associação de Pais de Santa Comba Dão não pode deixar de assinalar esta estranha política de concorrência entre escolas públicas da região, quando existem grupos de trabalho e de coordenação - quer no seio do Ministério da Educação quer no âmbito da CIM Viseu Dão Lafões - que oportunamente definiram a oferta ‘autorizada’ e financiada para cada estabelecimento escolar.

 

No que diz respeito à oferta escolar em Santa Comba Dão, a Associação de Pais teme que o investimento realizado ao longo dos últimos anos em recursos humanos e materiais para o ensino de música possa ser agora desperdiçado, devido a esta gestão descoordenada por parte de decisores públicos.

 

É de salientar que a aposta no ensino de música em Santa Comba Dão tem sido notoriamente recompensada com os múltiplos prémios que alunos e ex-alunos do concelho têm recebido nos mais diversos concursos nacionais e internacionais.

 

*** *** ***

Sobre o uso de telemóveis em sala de aula

O Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão aprovou, por unanimidade, na reunião realizada ontem, a implementação de medidas restritivas à utilização de telemóveis (extensível a outros equipamentos móveis) em sala de aula e para todos os ciclos de ensino.

 

Com o apoio da Associação de Pais, esta decisão poderá passar, por exemplo, pela obrigatoriedade de deixar estes equipamentos, durante a aula, nos cacifes individuais a que todos os alunos têm direito. Nos eventuais casos em que este procedimento não for possível de ser implementado, todos os equipamentos devem ser entregues aos docentes, no inicio de cada aula.

 

Estas medidas revelam-se necessárias face à crescente perturbação que a utilização de telemóveis e tablets (mesmo que colocados em modo de silêncio) provocam na sala de aula e no normal decurso da atividade lectiva.

Oportunamente, a Direção do Agrupamento deverá comunicar esta decisão e os procedimentos que deverão ser adotados em todos os anos.

 

Desde já, pedimos a todos os encarregados de educação a compreensão e o apoio na implementação destas medidas que visam exclusivamente a melhoria das condições de aprendizagem dos nossos filhos.

A este respeito importa também recordar o já estabelecido no próprio Estatuto do Aluno e Ética Escolar (Lei 51/2012 de 5 de Setembro)

 

Artº 10 (Deveres do aluno)

...

r) Não utilizar quaisquer equipamentos tecnológicos, designadamente, telemóveis, equipamentos, programas ou aplicações informáticas, nos locais onde decorram aulas ou outras atividades formativas ou reuniões de órgãos ou estruturas da escola em que participe, exceto quando a utilização de qualquer dos meios acima referidos esteja diretamente relacionada com as atividades a desenvolver e seja expressamente autorizada pelo professor ou pelo responsável pela direção ou supervisão dos trabalhos ou atividades em curso;

 

s) Não captar sons ou imagens, designadamente, de atividades letivas e não letivas, sem autorização prévia dos professores, dos responsáveis pela direção da escola ou supervisão dos trabalhos ou atividades em curso, bem como, quando for o caso, de qualquer membro da comunidade escolar ou educativa cuja imagem possa, ainda que involuntariamente, ficar registada;

 

t) Não difundir, na escola ou fora dela, nomeadamente, via Internet ou através de outros meios de comunicação, sons ou imagens captados nos momentos letivos e não letivos, sem autorização do diretor da escola;

...

 

 

*** *** ***

 

Refeições nas Escolas de Santa Comba Dão

A Associação de Pais efectuou no passado dia 24 de outubro um visita aos refeitórios de todos os estabelecimentos de ensino do Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão.

 

Dez membros da Associação almoçaram e avaliaram vários aspectos das refeições (peixe) apresentadas.

 

Utilizando uma grelha de avaliação englobando critérios como “Apresentação dos pratos”,”Temperatura da refeição”, “Composição da refeição”, “Quantidade servida”, “Sabor e tempero”e “Confeção”, as cinco equipas chegaram a resultados semelhantes em todos os estabelecimentos de ensino: para todos os critérios considerados as avaliações atribuídas (escala de 1 a 5) variaram entre o “Bom” e “Muito Bom”, tendo-se apenas registado um caso em que a avaliação se fixou em “Suficiente”.

 

Estas visitas foram realizadas sem aviso prévio aos responsáveis e funcionárias das cozinhas e foi possível confirmar junto de vários alunos que as refeições servidas apresentavam as condições habituais.

A Associação de Pais irá ainda promover um inquérito de satisfação aos alunos e irá repetir periodicamente estas provas de refeições.

 

Como preocupação há assinalar, desde já, dois factores:

 

1º) o facto de haver alunos que, por princípio, se recusam a comer pratos de peixe – mesmo que tenham adquirido a respectiva senha.

 

2º) a indisciplina (barulho, linguagem obscena e circulação caótica por parte das crianças) que se verificou existir nalguns casos, particularmente num dos Centros Escolares e, ao que tudo indica, de alguma forma fomentada pelos próprios pais e encarregados de educação que não toleram medidas de controlo sobre os seus educandos. Neste ponto importa recordar que existe um Estatuto do Aluno, com força legal, que também regulamenta o comportamento exigível aos alunos dentro de todo o espaço escolar e no que diz respeito às suas relações com colegas, professores e funcionários. (Lei n.º 51/2012, de 5 de setembro - Estatuto do Aluno e Ética Escolar)

 
*** *** ***
 
Apelo Público: APPDA Viseu em risco

Situação financeira dramática - APPDA Viseu em risco de encerrar

12 de setembro de 2014

 

A APPDA Viseu está a passar um dos momentos mais difíceis da sua história, correndo o risco de ter de suspender a sua actividade devido à falta de verbas para financiar os diversos apoios e terapias que são disponibilizadas a cerca de 140 crianças, jovens e adultos com autismo (e respectivas famílias), nomeadamente terapias comportamentais, treino de competências sociais, terapia da fala, equitação terapêutica, consultas de psicologia e psiquiatria.

 

A APPDA Viseu necessita, com urgência, de cerca de 6 mil euros para regularizar as dívidas acumuladas desde o início do ano a diversos parceiros estratégicos na prestação do apoio e terapias.

 

Constituída em 1998 por iniciativa de diversos pais de crianças com autismo, a APPDA Viseu não recebe nenhum apoio financeiro regular da Segurança Social, sobrevivendo sobretudo graças às quotas pagas pelos seus associados, de peditórios e donativos de particulares e empresas, e de apoios pontuais de instituições públicas como o INR e a CM de Viseu.

 

A APPDA Viseu lança este apelo público, agradecendo todo o apoio financeiro que possa ser prestado.

NIB 0035 0930 00143747930 21

IBAN PT50 0035 0930 00143747930 21

BIC SWIFT CGDIPTPL

 

A APPDA Viseu emitirá recibos correspondentes a eventuais donativos. Para o efeito agradece o envio do respectivo comprovativo para o email geral@appdaviseu.com

 

Para mais informações sobre a actividade da APPDA Viseu consulte o site www.appdaviseu.com

 
*** *** ***
AEC 2013/14
 

A Associação de Pais e Encarregados de Educação de Santa Comba Dão informa que efectuou o último pagamento ao CMAD/ECM e à APDEF, correspondente aos serviços prestados no âmbito das Actividades de Enriquecimento Curricular (AECs) facultadas aos alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico durante o presente ano lectivo (2013/14).

 

Assim, graças à disponibilização total das verbas protocoladas com o Ministério da Educação e Ciência e com a Câmara Municipal de Santa Comba Dão, encerra-se atempadamente um processo que começou de forma atribulada.

26/06/2014

*** *** ***
AVISO ULTIMA HORA
Os professores de música decidiram retomar as AEC com efeito imediato. Tanto quanto nos é possível aferir as AEC de música estão já a decorrer hoje (27/3/2014, 15h50).
 
*** *** ***
Esclarecimento sobre as AECs de Musica
 
Os professores de música destacados pela Edições Convite à Música Lda - empresa proprietária do Conservatório de Música e Artes do Dão - para assegurar as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) decidiram suspender a sua atividade a partir do dia 24 de março de 2014, uma vez que há vários meses não recebem o respectivo vencimento.
 
A Associação de Pais – instada, em final de dezembro, pela CM de Santa Comba Dão, pelo CMAD e pela APDEF - aceitou desempenhar o papel de entidade promotora das AEC para o ano letivo de 2013/14, face ao impedimento formal de continuar a ser a CM a assumir este papel.
 
Aquando da celebração dos protocolos subjacentes a esta parceria, todas as partes reconheceram que o financiamento das AEC continuaria a ser da responsabilidade do Ministério da Educação e da CM, não sendo previsível os prazos de pagamento dos respectivos montantes, nomeadamente das verbas em atraso.
 
Neste contexto, a Associação de Pais considera inadmissível que a Associação, mas particularmente os pais e encarregados de educação das cerca de 400 crianças do 1º ciclo do ensino básico que frequentam as AEC, não tenham sido formal e previamente avisados desta suspensão da atividade lectiva.
 
A ausência de uma comunicação formal e atempada aos pais e encarregados de educação não permitiu que a sua maioria encontrasse soluções alternativas para as crianças.
 
Reconhecemos a boa vontade das escolas em supervisionar as crianças durante o horário correspondente às AEC, mas consideramos que tal solução não é adequada para um período de vários dias - ou mesmo indefinido.
 
Por enquanto, as aulas de desporto e de inglês, asseguradas pela APDEF, continuam a ser leccionadas normalmente.
 
Durante o dia de hoje (27 de março de 2014) esperamos obter elementos adicionais que possam clarificar toda esta situação.
 
A Associação de Pais irá desenvolver as medidas necessárias para garantir os interesses das crianças e dos respectivos pais e encarregados de educação.
 
27 de março de 2014
 
*** *** ***
 
Aprovação do Projecto Curricular 2013-14

janeiro 2014

 

O Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão aprovou, em reunião realizada no dia 17 de janeiro de 2014, o Projecto Curricular para o período 2013-15. Trata-se do documento orientador e representativo das metas e do plano de ação preconizado no Projeto Educativo do Agrupamento (PE).

 

O Conselho Geral é o órgão de direção estratégica responsável pela definição das linhas orientadoras da atividade da escola, assegurando a participação e representação da comunidade educativa. Os Pais e Encarregados de Educação estão representados com 4 elementos. (ver DL 137/2012)

 

Nesta reunião foi ainda eleito como novo Presidente do Conselho Geral o Professor Rui Leal Ramos.

Notícias +

Associação de Pais e Encarregados de Educação de Santa Comba Dão

Contacto Email: pais.scd@gmail.com

  • Ícone de App de Facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now